Vajra, a poderosa "arma de raio" avançada do deus Indra

09/03/2021

Vajra: antiga arma dos deuses hindus. Um "cetro de diamante" que emitia raios elétricos, trovões e fogo. Seria uma tecnologia futurística dos deuses?

No budismo, o Vajra é agora um símbolo de paz e estabilidade (Buda o usava), mas nos tempos antigos era uma arma de Indra, o deus do trovão. Este artefato tinha uma esfera, uma haste e flores de lótus metálicas em suas pontas (de onde surgiam os raios elétricos e o plasma). Foi usado para matar demônios chamados Asuras que secaram e tornaram a terra estéril.

Vajra em sânscrito tem duplo significado: raio e diamante. A mitologia hindu diz que o raio é a coisa mais poderosa do mundo e que o diamante é a pedra preciosa mais indestrutível. Em tibetano é chamado Dorje e representa um estado espiritual ou psíquico firme, imóvel e inalterável.

Vajra: "arma de raio" de Indra, deus do trovão

Indra é um deus do trovão muito poderoso da mitologia hindu, aparecendo nos hinos védicos do Rig Veda como uma divindade suprema dos céus. Muitas vezes ele lutou contra demônios que influenciaram negativamente a humanidade e também teve que expulsá-los do céu.

O início da história desse armamento está nos textos dos Puranas, onde se lê que alguns Asuras malignos, Namuchi e Vritra, removeram toda a umidade da terra, deixando-a seca e estéril. Indra lutou contra esses demônios, mas a batalha foi difícil e ele teve que recuar.

Vishnu então o aconselhou a usar uma arma poderosa: o Vajra, feito por Tvashta, o carpinteiro divino. Como dissemos, este objeto era uma arma de feixe - possivelmente tecnologia avançada... Lançava "energia dirigida", eletricidade e plasma (também funcionava como lança-chamas!):

Como uma arma 'lançada', o relâmpago indestrutível (Vajra) brilhou como uma bola de fogo meteórica pelos céus, em um turbilhão de trovões, fogo e relâmpagos. - Nitin Kumar.

É fascinante que o Rig Veda diga que Indra "matou a 'serpente' e fez as águas correrem", o que enuncia sobre a possível existência de reptilianos nos tempos antigos (veja os mitos dos Asuras!).

Características do Vajra: Tecnologia Avançada dos Deuses

O Vajra era feito de metal e diamante, com uma esfera no meio e da qual se delineavam duas flores de lótus metálicas. As flores às vezes têm quatro pétalas e às vezes oito. Cinco raios emanaram de cada flor. A parte de cada raio perto do lótus tem a forma de uma folha, mas também está exposta a ser a cabeça de uma besta misteriosa.

Em várias mitologias do mundo existem símbolos e artefatos semelhantes, com tecnologia de relâmpagos e eletricidade ... Eles foram carregados por deuses. Indra tinha a habilidade de dominar a eletricidade e os relâmpagos. Essa habilidade é semelhante à dos deuses do trovão de outras civilizações, como Thor dos nórdicos, Zeus dos gregos e Júpiter dos romanos.

Thor tem seu poderoso martelo Mjolnir, um pouco parecido com o Vajra, e Zeus manipula raios que os jogam nos inimigos. A arma hindu também foi associada aos anunnaki, já que Marduk usava uma arma mortal com três pontas, semelhante ao cetro hindu.

Esse armamento homólogo poderia indicar que talvez o Vajra hindu fosse uma arma antiga compartilhada por esses deuses celestiais extraterrestres, que tinham a capacidade de voar e viajar grandes distâncias. Poderia mostrar também que no passado, deuses com armas avançadas e poderosas percorriam todo planeta com suas próprias tecnologias.

Todas essas armas temíveis da mitologia hindu, como astras, possivelmente apontam para a presença de tecnologia avançada nos tempos antigos.