O Portão Megalítico de Ha’amonga ‘a Maui: Estrutura inexplicavel com rochas pesando 40 toneladas

10/01/2022

Espalhadas por mais de 700.000 quilômetros quadrados no sul do Oceano Pacífico estão as ilhas de Tonga. Em uma das 176 ilhas que formam Tonga, está um dos monumentos megalíticos mais estranhos do Pacífico, um trilithon chamado Ha'amonga 'a Maui (Um bastão / carga de Maui).

O reino de Tonga é um estado e arquipélago soberano da Polinésia que compreende quase duzentas ilhas, com cerca de um quarto delas habitadas. A data da primeira ocupação das ilhas é ambígua - assim como a datação da maioria dos sítios arqueológicos da região. No entanto, a opinião dominante sugere que os primeiros colonos das ilhas chegaram por volta de 1500 a.C. com o local ocupado mais antigo encontrado na ilha de Tongatapu, onde existe um monumento megalítico incomum.

Para começar, chegar e habitar essas ilhas isoladas há mais de três milênios foi uma grande conquista para o povo lapita, o primeiro que se acredita ter habitado a ilha. O povo lapita era uma cultura pré-histórica anterior aos polinésios, que mais tarde povoaram as ilhas do Havaí à Ilha de Páscoa - mostrando claramente habilidades de navegação. A antiga capital de Tonga era a cidade de Mu'a, cujo nome pode nos lembrar do continente perdido de Mu, que hoje é considerado pela arqueologia convencional um lugar mitológico.

O Ha'amonga 'a Maui está localizado a cerca de 30 km de Nuku-alofa, a capital de Tongatapu. A estrutura é um trilíton megalítico que se diz ter sido construído por volta de 1200 d.C. pelo rei da época, provavelmente como a entrada de seu complexo real Heketa. De acordo com um nobre tonga, o trilithon foi construído para simbolizar a irmandade dos filhos do rei Tu'itātui.

Um trilithon é uma estrutura que consiste em duas pedras verticais com uma terceira pedra no topo. Muitos estariam familiarizados com os trilithons mais famosos que podem ser vistos em Stonehenge, no Reino Unido. Este específico consiste em três lajes de calcário de coral criando uma estrutura de cerca de 5,2 m de altura, 5,8 m de comprimento e 1,4 m de largura, com cada pedra pesando aproximadamente 30 a 40 toneladas.

Existem muitas lendas sobre o Ha'amonga 'a Maui. A história mais proeminente diz que o trilithon foi feito pelo semideus Maui porque nenhum outro mortal seria capaz de manusear tais pedras gigantes. Dizia-se que os Maui obtinham as pedras e as carregavam em uma carroagem gigante. Os Maui foram lendários semideuses e estão presentes na maior parte do folclore das ilhas do Pacífico. Havia quatro irmãos (deuses), todos com o nome de Maui, poderosos com poderes sobrenaturais. Havaí, Tonga, Taiti e Nova Zelândia têm lendas relacionadas aos Maui, os primeiros habitantes de todas aquelas ilhas. Mas um dos aspectos mais interessantes das descrições dos semideuses Maui é seu interesse pelos humanos e seus esforços para buscar a imortalidade para a raça humana.

O rei de Tonga, Taufa'ahau Tupou IV, sugeriu em 1967 que o trilithon também tinha um significado astronômico relacionado a solstícios e equinócios. No entanto, não há evidências para apoiar essa perspectiva.

Ainda permanece a dúvida se o Ha'amonga 'a Maui foi realmente construído para um rei mortal do reino dos Tongas em 1200 d.C., ou se veio muito antes. Certamente tem uma forte semelhança com trilítonos pré-históricos em todo o mundo, sugerindo que é muito mais antigo do que 800 anos. Mas a pergunta ainda permanece.. afinal por que foi construído e por quem?

ATENÇÃO: Não copie o conteúdo do site, material 100% protegido (direitos autorais)