SARISARIÑAMA: Um buraco enigmático que conduz a um mundo totalmente desconhecido..

25/02/2021

Por ser um local praticamente inexplorado e proibido, não se sabe bem o que se esconde dentro dele. Muitos teóricos dizem que eles podem ser a entrada para um mundo subterrâneo totalmente desconhecido.

Um dos maiores mistérios do nosso planeta. Os buracos gigantescos de Sarisariñama são mostrados como entradas para um mundo intraterrestre desconhecido que deu à ciência mais perguntas do que respostas.

Os especialistas classificam-nos como "micro mundos na Terra". São buracos gigantes encontrados no estado de Bolívar, na Amazônia venezuelana.

Eles se destacam notavelmente do verde da selva espessa. Pelos poucos dados que possuímos sobre essas formações, elas estão aí há milhares de anos, dando origem a muitas lendas e teorias sobre sua verdadeira origem ou função no planeta.

Os buracos gigantes de Sarisariñama

Observado do alto pela primeira vez na década de 1960, teve sua primeira expedição científica em 1974, mas os resultados obtidos no Tepuy, planalto da Grande savana venezuelana, foram tão surpreendentes quanto inconclusivos.

Suas dimensões são de 352 metros de diâmetro e 350 metros de profundidade. Os administradores do Parque Nacional Jaua-Sarisariñama decidiram limitar o acesso aos enigmáticos buracos, permitindo a entrada apenas de pesquisadores e cientistas.

Mesmo assim nem todos podem acessá-los. A estrada mais próxima fica a centenas de quilômetros de distância e a selva densa e quilômetros de trilhas rústicas acabam os isolando completamente. A única forma de acessá-los é por meio de aviões e voos autorizados.

Na verdade, muitos especialistas acreditam que elas são as "montanhas mais antigas do planeta" e seu isolamento gerou formas evolutivas únicas.

Como eles foram criados? Essa é uma das perguntas que não têm respostas; as paredes dos buracos são totalmente verticais, eliminando a possibilidade de impacto ou explosão.

Alguns especialistas acreditam que foi o colapso das camadas de arenito devido à erosão dos rios subterrâneos, mas é apenas uma teoria.

Um ecossistema único

É considerada uma das áreas mais inacessíveis do mundo, por isso as pesquisas sobre elas são escassas. No entanto, especialistas afirmam que as condições dos buracos Sarisariñama geraram a criação de vida, animal e vegetal, totalmente única no mundo.

Isso significa que pode haver espécies que foram exclusivamente adaptadas às condições únicas que existem nesses ecossistemas.

Quando o naturalista, explorador e fotógrafo venezuelano Charles Brewer-Carías explorou o Tepuy pela primeira vez em 1974, ele disse que as rochas tinham pelo menos 1.590 milhões de anos. Além disso, é a quinta formação rochosa "natural" mais profunda do planeta.

Por isso é considerado um território ainda virgem, pois embora pouco explorado, acredita-se que praticamente nada se sabe sobre seus mistérios e enigmas. Na verdade, os cientistas garantem que as condições são ideais, com temperaturas que variam entre 12 e 24 graus Celsius, umidade e vegetação, para que haja espécies não descobertas que vivam dentro dos buracos.

Mistérios

Por ser um local praticamente inexplorado, não se sabe bem o que se esconde dentro dele. Muitos teóricos dizem que eles podem ser a entrada para um mundo subterrâneo totalmente desconhecido.

Na verdade, eles chegaram a compará-lo com a história de Júlio Verne, Viagem ao Centro da Terra, onde o escritor descreve criaturas anfíbios, mamíferos, marsupiais e plantas totalmente desconhecidas.

A lenda contada pelos Makiritare, os indígenas nativos da região, fala de uma enorme criatura em forma de pássaro chamada Dimoshi, que emitia um som único bastante incomum". Este espírito maligno subiu no topo dos Tepui para devorar humanos.

O enigma continua e os mistérios continuam a aparecer. As poucas explorações deixaram mais dúvidas do que respostas, então sabemos pouco ou nada sobre esses buracos gigantes. A única certeza é que se trata de um mundo totalmente novo, com criaturas e vegetação desconhecidas.

Poderia ser uma entrada para o mundo subterrâneo?