Rancho Skinwalker: Segundo investigadores, algo inexplicável está acontecendo no local!!

31/07/2021

"Quando eles mostraram a ele o que a investigação havia descoberto, além de relatórios de OVNIs e documentos confidenciais, ele colocou o ceticismo de lado e se convenceu de que era tudo real."

O Rancho Skinwalker é considerado, por muitos, um dos lugares mais enigmáticos do mundo. Lá foram relatados varios OVNIs, círculos nas plantações, mutilação de gado, criaturas estranhas e muito mais.

Alguns consideram o Rancho Skinwalker um lugar sobrenatural, outros que é amaldiçoado. A primeira vez que se soube de alguma coisa sobre a propriedade, foi graças a Terry Sherman.

O primeiro dono da fazenda ficou tão traumatizado com tudo o que viveu, que apenas um ano e meio depois de se mudar com sua família, ele a vendeu.

Essa experiência foi recolhida por um jornal local em 96; eles testemunharam círculos nas plantações, OVNIs, seu gado foi mutilado cirurgicamente, extraindo todo o seu sangue, entre outras coisas. Três meses após a publicação da notícia, Robert Bigelow, o caçador e divulgador de OVNIs, adquiriu a fazenda.

Rancho Skinwalker - O Rancho Amaldiçoado

A história paranormal da fazenda localizada em Utah vai muito além. Há 15 gerações, tribos indígenas, como os Ute, já mencionavam que o local estava amaldiçoado.

A cordilheira de arenito onde o rancho foi construído era conhecida pelos nativos como "no caminho do viajante da pele". Para eles, essa entidade era um espírito malévolo, capaz de assumir qualquer forma.

Um dos primeiros investigadores na fazenda foi John Alexander; o coronel aposentado da Inteligência do Exército dos Estados Unidos, fez parte do primeiro estudo científico no Rancho Skinwalker.

O Instituto Nacional de Descoberta Científica (NIDS) foi um projeto criado por Bigelow. O empresário contratou uma equipe de profissionais para estudar a fazenda e toda a serra citada pelos índios.

Foi assim que os especialistas testemunharam a maioria dos eventos relatados por Sherman. Encontrar animais abatidos com precisão cirúrgica e imagens fantasmagóricas que apareciam nas câmeras. Ao todo, centenas de eventos paranormais foram documentados.

Esta investigação foi um segredo por anos. Mas, eventualmente, foi bloqueado por agências de inteligência.

Em 2005, o livro de Colm Kelleher e George Knapp, 'Hunt forhe Skinwalker', também revelou detalhes sobre a fazenda, que chamaram a atenção da Agência de Inteligência de Defesa, DIA.

Graças ao líder da maioria no Senado, Harry Reid, o DIA conduziu outro estudo sobre todas as atividades sobrenaturais. Focando principalmente em OVNIs.

O orçamento foi de US $ 22 milhões, resultando em vários documentos e relatórios que permanecem secretos.

Na verdade, em 2017, quando o estudo OVNI do Pentágono foi revelado, o Rancho Skinwalker é mencionado.

Brandon Fugal, um dos donos da fazenda, também fez declarações importantes, com a intenção de que todos conhecessem a história.

Fugal é um conhecido empresário e incorporador imobiliário de Utah. A primeira vez que escutou sobre o Skinwalker foi em uma livraria local.

Segundo suas declarações, embora tenha chamado sua atenção, ele não pensou muito mais no rancho, até que Bigelow o abordou. Dessa forma, eles criaram uma associação para investigá-lo.

Fugal diz que inicialmente abordou o assunto como um cético. Ele estava convencido de que tudo tinha uma explicação científica.

No entanto, quando eles mostraram a ele o que a investigação havia descoberto, onde o rancho fazia parte do orçamento negro do Pentágono por 5 anos, além de relatórios de OVNIs e documentos confidenciais, ele colocou o ceticismo de lado e se convenceu de que era tudo real.

O Skinwalker Ranch continua a ser um dos lugares mais estranhos de todo o planeta. Especialmente quando se trata de OVNIs e questões paranormais. Embora se acredite que não seja mais investigado por entidades governamentais, alguns teóricos afirmam que o governo continua monitorando de perto a área.

ATENÇÃO: Respeite o conteúdo do SITE, não copie sem autorização (conteúdo 100% protegido)