Pirâmides e esculturas enigmáticas encontradas em ruínas subaquáticas na China: "sua origem é desconhecida"

09/03/2021

As estruturas eram compostas por numerosas pedras colocadas regularmente com marcações misteriosas. O que surpreende os pesquisadores é como uma cidade tão grande não deixou vestígios no registro histórico

As profundezas do oceano e outras massas de água escondem inúmeros mistérios submersos há milhares de anos. Não é de admirar que as descobertas mais surpreendentes dos últimos anos tenham sido tiradas das profundezas. Um exemplo claro disso são as esculturas enigmáticas e uma espécie de pirâmide encontrada em algumas ruínas subterrâneas na China.

A descoberta ainda esconde muitos mistérios para os estudiosos

Em 13 de junho de 2006, uma investigação subaquática foi lançada no Lago Fuxian, na província chinesa de Yunnan. Nele, os arqueólogos descobriram restos do que pareciam ser enormes edifícios submersos no fundo do lago. As estruturas eram compostas por numerosas pedras colocadas regularmente com marcações misteriosas.

Esta estrutura foi inicialmente pensada ter vindo de uma era bastante antiga (consideravelmente antiga). Mas uma análise mais detalhada revelou misteriosamente que seus construtores eram seres humanos civilizados com um bom nível de avanço tecnológico. Perguntas em torno da descoberta começaram a surgir.

Lendas locais garantem que nas profundezas do Lago Fuxian estão os restos de uma cidade chamada Yuyuan. Nos registros históricos pertencentes à dinastia Han Ocidental (206 a.C. - 24 d.C.), a existência de uma cidade com esse nome é corroborada. Mas de repente a cidade deixou de ter uma presença histórica na época da Dinastia Tang (589-907 DC).

Os habitantes locais explicam essa ausência garantindo que a cidade e toda a população afundaram no lago Fuxian. Para corroborar essa teoria, uma expedição subaquática foi realizada para encontrar evidências de que Yuyuan ou sua capital estava enterrada sob a água.

Os resultados da expedição produziram evidências que contradizem essa afirmação. Edifícios subaquáticos eram feitos de pedra, enquanto cidades como Yuyuan eram feitas principalmente de argila e madeira. Este detalhe definitivo significa que a cidade submersa não corresponde aos restos da cidade perdida de Yuyuan.

Misteriosa cidade sem registros - O mistério só aumenta...

Com uma nova abordagem, mais pesquisas começaram a finalmente elucidar a origem e a identidade da cidade submersa no Lago Fuxian. Os estudos de sonar realizados revelaram que o complexo arquitetônico subaquático tem dimensões de 2,4 quilômetros quadrados.

Isso significa que é maior do que a capital da dinastia Han. O que surpreende os pesquisadores é como uma cidade tão grande não deixou vestígios no registro histórico. Que cidade é essa? Por que está no fundo do mar? Como eu chego lá?

Deve ser emocionante visitar uma cidade subaquática para tentar descobrir todos os seus segredos? Dentre as estruturas encontradas, destaca-se a presença de uma construção semelhante a uma pirâmide. As pedras que a compõem são adornadas com diferentes símbolos e desenhos, o que a torna uma pirâmide mais avançada do que as do próprio Egito.

Quantos anos tem esta cidade submersa? Bem, uma das descobertas pode ajudar os especialistas a calcular a idade desta cidade única. É uma pedra com gravuras que lembram um sol, com um círculo central e quatro linhas radiais. Este mesmo símbolo pode ser visto em tambores de bronze datados de 722-481 a.C. - no entanto sua idade real é um grande mistério. Segundo alguns pesquisadores poderia ser uma das cidades mais antigas.

Por outro lado, a equipe de pesquisa também encontrou pedras esculpidas que pareciam máscaras. Mas as características faciais que desenham não se parecem em nada com o rosto de um ser humano comum.

Outras marcações encontradas no local lembram os números 0 e 1 com sete presságios gravados em um desenho perfeito na rocha. Linhas simples que parecem representar o rosto humano e o que parece ser um algarismo romano e a letra 'y' em inglês.

Para os pesquisadores, dar significado a tais símbolos ainda é impossível, até que saibam que cidade é e consigam fixar uma ficha nela com o passar do tempo.