Os misteriosos pilares de Krasnoyarsk: Formações naturais ou os restos de antigas estruturas artificiais do passado?

22/07/2021

No centro da Sibéria existem rochas estranhas que parecem ter surgido do centro da Terra, que foram chamadas de "os Pilares de Krasnoyarsk".

Os estranhos pilares da Sibéria poderiam ser resquícios de uma civilização perdida como acreditam alguns teóricos?

Os cientistas acreditam que a natureza é a criadora dos Pilares de Krasnoyarsk. No entanto, as últimas explorações levaram ao nascimento de outra hipótese.

Os pilares de Krasnoyarsk na Sibéria

Essas estruturas estão localizadas na grande cidade de Krasnoyarsk, e foram os próprios locais os encarregados de proteger as estranhas formações rochosas.

Prokhor Seleznev, um explorador siberiano, escreveu sobre os pilares em 1823:

Pilares de Krasnoyarsk (acima)

"As rochas são fascinantes e maravilhosas. Só que é difícil chegar lá, o cavalo não passa, a pé não passa, e há muitos animais selvagens."

Essas estranhas estruturas eram adoradas pelos antigos habitantes de Tofalar. Essas rochas eram consideradas as encarnações dos deuses, pois muitas se pareciam com pessoas ou animais. Algo comum nos tempos antigos.

Seleznev não foi o único cientista que viu os pilares. Antes dele, em 1720 e 1727, este lugar maravilhoso foi visitado em mais de uma ocasião por Daniel Gottlieb Messerschmidt. Este explorador passou 7 anos visitando a área. Além disso, o navegador Vitus Bering também visitou a área em 1733.

Outros exploradores também encontraram as estruturas na Sibéria, mas nenhum conseguiu deduzir o que realmente eram.

Produto da natureza?

Misteriosa estrutura semelhante a colossais estatuas (acima)

Em 1842, os geólogos A. P. Chikhachev e Hoffman, visitaram Krasnoyarsk, encontrando os pilares. 3 anos depois, Chikhachev escreveu o seguinte:

"Os pilares chamaram a nossa atenção, são quatro pirâmides montanhosas, aos pares, formadas por massas arredondadas, erguidas umas sobre as outras (...) é incrível.

"Do alto de um desses observatórios, ou torres de vigia naturais, (que muitas vezes são picos de granito) você pode ver a importância dessa rocha no estudo da estrutura da Terra."

Foi este explorador que disse, pela primeira vez, que as estruturas eram formações naturais.

Ele explicou que 400 milhões de anos atrás, durante o período Devoniano, o magma incandescente surgiu do centro da Terra. Ao chegar à superfície, congelou nas fendas e cavidades das rochas sedimentares.

Possível cidade perdida

Estrutura com alguns sinais de ter sido modificada no passado (acima)

Por muito tempo, a Sibéria foi considerada uma área mal sucedida para escavações arqueológicas.

Mas, nos últimos anos, isso mudou e centenas de arqueólogos fizeram expedições à Sibéria. Isso levou à descoberta de vários artefatos, megálitos, construções e outras coisas que aparecem em mapas mais antigos.

Investigações recentes podem revelar que os pilares de Krasnoyarsk são os restos de uma cidade perdida.

Alguns dos pilares são muito semelhantes às antigas ruínas de outras civilizações. Por exemplo, os especialistas os compararam ao "Portão do Leão" da antiga Micenas.

Acredita-se que os pilares tenham sido remanescentes de estruturas religiosas de algum tipo. De acordo com a datação que se fez, estes possíveis monumentos são do ano 7000 a. C.

Outros teóricos acreditam que estes são os resquícios de uma antiga guerra atômica que ocorreu em um passado remoto. Que é descrito no Mahabharata, a lenda mítica da Índia.

ATENÇÃO: Respeite o conteúdo do SITE, não copie sem autorização (conteúdo 100% protegido)