Arte antiga na China causa confusão entre os estudiosos ao retratar a chegada de discos voadores e seres com halos na cabeça

22/04/2021

O que são esses "artefatos voadores dos deuses" mencionados em numerosas representações das antigas culturas do mundo?

Vimos, ao longo do tempo, inúmeras representações antigas de misteriosos objetos voadores pertencentes aos deuses, mas o que são? Os "deuses" realmente precisavam de "objetos" para "voar"? O que essas representações realmente significam?

Os índios Hopi do Arizona falam dos espíritos Kachina e de sua incrível capacidade de "voar" pelos céus em seus chamados "escudos voadores" que os antigos chamavam de paatuwvota. De acordo com os nativos, esses objetos voadores únicos tinham forma circular, lembrando o escudo de um guerreiro, e emitiam "um som estrondoso.

Em uma das muitas representações encontradas nas terras Hopi, há um desenho curioso no qual os Hopi descrevem um personagem sentado em um daqueles "escudos voadores", mostrando sua aparência relativamente pequena e manobrável.

O que eram essas "máquinas voadoras" e o que realmente representavam? Os "escudos voadores" eram realmente necessários para que os deuses pudessem voar? Ou eram apenas representações das meras manifestações dos Hopi?

Mas se eles fossem apenas sobre manifestações psicológicas dos Hopis, por que representações semelhantes aparecem em outras culturas antigas do mundo?

Réplica da pintura misteriosa na China que representa os seres em "Discos voadores". Percebe-se que esses dois seres possuem algumas espécies de halos na cabeça, ou capacetes?

Esses "escudos voadores" foram mencionados por Lao Chi-Pen, um arqueólogo da Universidade de Pequim, referindo-se a uma misteriosa pintura rupestre descoberta por ele na China em 1961.

Na verdade, entre muitos desenhos encontrados na província de Hunan, um em particular retrata uma rara cena de caça de animais fugindo em uma direção perseguidos por homens armados com lanças ou outro tipo de arma.

Esses homens são dois personagens estranhos que parecem ter algum tipo de auréola em suas cabeças e carregam armas desconhecidas, enquanto voam pelo céu sentados em pequenos objetos circulares semelhantes aos já mencionados "escudos voadores" dos Kachina.

Isso é uma mera coincidência? Os objetos citados pelos Hopi e as pinturas encontradas na China não são os únicos. Julius Obsequens escreveu, por volta de 100 a.C.:

"Uma tocha acesa desceu sobre Tarquinia, ao lado dela foi vista caindo. Era visto de oeste a leste, a oeste do sol, e era como um escudo. "

Em 91 a. C., é relatado:

"Em Aenariae, enquanto Lívio Troso promulgava leis no início da guerra italiana, ao amanhecer, houve um barulho tremendo no céu, e um balão de fogo apareceu aceso no norte.

No território de Spoletum, um globo de fogo, de cor dourada, caiu por terra girando. Então pareceu aumentar de tamanho, ficou na cor rosa e ascendeu ao céu, onde ficou oculto no brilho do sol. Virou em direção ao quadrante oriental do céu. "

Finalmente, Obsequens forneceu outro exemplo semelhante em 42 a.C., simplesmente afirmando que:

"Algo como uma espécie de arma se levantou com um grande barulho da Terra e disparou para o céu."

As representações acima são semelhantes de "seres" sentados em algum tipo de objeto que parece "voar"?

Esta estranha criatura de aparência reptiliana está sentada no que parece ser uma nave voadora.

Uma estátua em Veracruz, México, atualmente em exibição no Museu DeYoung em San Francisco, retrata uma criatura misteriosa que parece estar sentada em cima de uma espécie de "escudo".

Não copie sem autorização, respeite o conteúdo do SITE.