Os Enigmáticos Túneis Erdstall da Europa: O objetivo dessa estrutura avançada ainda não esta claro

13/08/2021

Um erdstall é um tipo de túnel encontrado em toda a Europa, principalmente no estado da Baviera e na Áustria, no sudeste da Alemanha. Acredita-se que os erdstalls tenham sido criados durante a Idade Média, embora alguns afirmem que esses túneis datam da Idade da Pedra. No momento, ninguém está totalmente certo sobre por que tais recursos foram feitos em primeiro lugar. Aqueles que defendem a ideia de que os erdstalls datam da Idade da Pedra são da opinião de que essas estruturas são uma rede de passagens subterrâneas que se estendem da Escócia até a Turquia.

Construção

A palavra 'erdstall' é derivada do idioma alemão e pode ser traduzida aproximadamente como 'terra estável' ou 'túnel de mineração'. Embora vários tipos de túneis subterrâneos sejam conhecidos em todo o mundo, os erdstalls têm certas características que os distinguem de outros sistemas de passagens subterrâneas. Em geral, uma rede erdstall consiste em túneis muito baixos e estreitos que são normalmente de forma oval e alinhados verticalmente ou horizontalmente. Também foi descoberto que esses túneis geralmente se estendem por uma distância entre 20 e 50 metros. Outra característica única do erdstall é o 'schlupf' (que significa 'escorregar'). São orifícios extremamente apertados (geralmente com cerca de 40 cm de diâmetro) que servem como pontos de transição entre túneis situados em diferentes elevações.

Localizações

Presentemente, sabe-se da existência de cerca de 2.000 erdstalls na Europa. A maior parte deles pode ser encontrada no estado alemão da Baviera, onde estima-se que existam pelo menos 700 dessas redes de túneis. Na vizinha Áustria, cerca de 500 outros erdstalls podem ser encontrados. Essas passagens subterrâneas também foram encontradas em países como o Reino Unido e a França.

Especulações sobre sua função

O propósito para o qual os erdstalls foram construídos ainda é um grande mistério. Para alguns moradores, esses túneis subterrâneos foram associados a criaturas lendárias, como elfos ou gnomos, que dizem que os construíram ou que vivem neles. Em alguns lugares, nomes extravagantes foram dados aos erdstalls para refletir sua associação com o folclore local. Estes incluem 'Schrazelloch' ('buraco goblin') e 'Alraunenhöhle' ('caverna de mandrágora'). Outros especularam que os erdstalls estavam ligados a castelos e serviam como rotas de fuga secretas, conforme mencionado em algumas sagas. O problema com essa interpretação, no entanto, é que os erdstalls são conhecidos por terem apenas um ponto de entrada e saída, o que os tornaria inadequados para essa finalidade.

Outros sugeriram que os túneis eram usados como esconderijos. A estreiteza dessas passagens, aliada ao fato de que o fluxo de ar pelos túneis é quase inexistente (devido à única entrada-saída), no entanto, tornaria um esconderijo bastante desconfortável e desagradável. Outra especulação é que os erdstalls foram usados para fins de armazenamento. Mais uma vez, a estreiteza desses túneis os torna impraticáveis para esse fim. Além disso, muitos dos erdstalls ficam abaixo da linha da água e costumam ficar cheios de água de vez em quando, especialmente durante o inverno. Portanto, é improvável que os erdstalls tenham sido usados para fins de armazenamento.

Uma das afirmações mais curiosas sobre os erdstalls é que eles fazem parte de uma vasta rede interconectada de passagens subterrâneas que se estendem da Escócia, no oeste, até a Turquia, no sul. Além disso, tem sido afirmado que esta rede subterrânea data da Idade da Pedra e tem 12.000 anos, muito mais antiga do que a estimativa convencional de que eles são da Idade Média. Foi até afirmado que esses túneis funcionavam como uma espécie de "antiga superestrada subterrânea" que permitia às pessoas viajarem com segurança de um lugar para outro, independentemente do que estivesse acontecendo acima do solo.

ATENÇÃO: Respeite o conteúdo do SITE, não copie sem autorização (conteúdo 100% protegido)