O Santo Graal da Física

25/10/2020



Novas e interessantes hipóteses indicam que poderia haver uma dimensão ainda inexplorada a milímetros de distancia de cada ser humano no planeta.

Enquanto a busca por Deus no universo aumenta a cada dia, alguns cientistas se esforçam no desenvolvimento de uma teoria que esta sendo chamada de Santo Graal da física. É uma teoria que explicaria tudo do universo, inclusive como ele começou, ela chamasse a teoria das cordas

Paul Davies (Physicist \ Autor, The Ming Of God): "A teoria das cordas é uma tentativa ambiciosa de puxar todos os temas separados da física e juntar todos em uma grande teoria unificada."

Como ela promete responder a quase todas as questões da física, será a teoria das cordas capaz de nos dizer se houve um criador supremo, ou se só as leis da física deram nascimento ao universo?

Paul Davies (Physicist \ Autor, The Ming Of God): "A teoria nos leva a um nível adiante, sempre que encontramos novas ligações das coisas avançamos um nível e chegamos mais perto de uma explicação total, e quando chegarmos a descrição completa do universo, não haverá muito mais para onde ir."

Quer a teoria das cordas nos leve a Deus ou não, ela já nos oferece sugestões muito atraentes sobre dimensões nunca exploradas, que os humanos nunca detectaram.

Alex Filippenko (Univ. of Califórnia, Berkeley): "A ideia básica da teoria das cordas é de que existem blocos fundamentais de energia, que poderiam se chamar cordéis que vibram de maneiras diferentes. E os vários modos de vibração correspondem a diferentes tipos de partículas fundamentais que observamos no universo."

Segundo a teoria essas cordas são os blocos fundamentais que constroem a energia e a matéria. Mas a matemática por trás da teoria sugere uma conclusão surpreendente...

Paul Davies (Physicist \ Autor, The Ming Of God): "A corda deve vibrar não só nas três dimensões que vemos, mas em um numero maior, daí a questão: Onde estão tantas dimensões extras?"

Alguns físicos acreditam que as dimensões podem ser tão pequenas que podemos nunca conseguir detecta-las. Mas outros dizem que algumas delas podem estar fora do nosso universo, no chamado 'super universo'.

Alex Filippenko (Univ. of Califórnia, Berkeley): É bem provável, que em nosso próprio universo, as quatro dimensões facilmente observáveis, seja como uma membrana em um super universo multidimensional.

Em teoria, o super universo multidimensional poderia existir a milímetros de nós, porque esta em uma dimensão diferente. Mas como ele pode existir perto de nós sem que saibamos?

Alex Filippenko (Univ. of Califórnia, Berkeley): Suponha que nosso universo 'hipotético' fosse só a superfície, ou melhor a tela da televisão. Você poderia ir para cima, para baixo para esquerda para direita ou qualquer combinação desses movimentos, mas não poderia ir para dentro ou para fora. Essa dimensão seria matematicamente descritível, mas seria uma dimensão fisicamente inacessível. (veja as imagens abaixo)

Imagem 1: O universo representado na superfície da televisão como uma imagem.

Imagem 2: Dentro da superfície da televisão ele pode ir para qualquer lado: "para cima, para baixo para esquerda para direita ou qualquer combinação desses movimentos"

Imagem 3: O limite (televisão mostrada de lado abaixo). Mas não poderia ir para dentro ou para fora da imagem, estaria limitado apenas a superfície.

History Channel \ Documentário