O verdadeiro motivo do Oumuamua ter assustado cientistas ao redor do mundo

24/10/2020



Maui, Havaí \ 19 de Outubro de 2017

Os cientistas do observatório Haleakala, da universidade do Havaí, detectaram um objeto estranho viajando no nosso sistema solar. A principio eles o classificaram como um asteroide, mas depois de analisar melhor, os pesquisadores observaram que o objeto acelerava a medida que se aproximava do Sol; comportando-se mais como um cometa, mas sem outras características de cometa.

A descoberta forçou os astrônomos a reclassificar o objeto como algo totalmente novo, um objeto interestelar.

Karen J. Meech (Astrônoma, Universidade do Havaí): "Nós nunca tínhamos visto nada assim nos sistema solar, estimamos que seu tamanho seja de 800 metros de comprimento. Com mais ou menos o formato de um charuto. Ele estava se movendo muito rápido, agente se arrepia as vezes quando descobre alguma coisa muito importante ou muito empolgante. E eu me arrepie com esse objeto."

Estimasse que a via láctea, vista da Terra como uma galaxia espiral, tenha 100 bilhões de estrelas, cada uma indicando a presença de um sistema solar. Como a distancia entre eles é tão grande, os astrônomos acreditavam até então que era impossivel um objeto de outro sistema solar alcançar o nosso, até agora.

Travis Taylor (Astrofísico): "Ele (esse objeto) veio de fora do nosso sistema solar (isso é único e difícil de explicar até o momento), isso quer dizer que não foi algo criado por nosso astro. É de um sistema solar diferente, de outro lugar. É histórico o fato de testemunharmos isso, agora sabemos que os objetos podem viajar de um sistema estelar para outro."

Os pesquisadores batizaram o visitante interestelar de Oumuamua, palavra havaiana que significa o 'mensageiro de longe que chegou primeiro'. É possível que o visitante interestelar tenha sido de fato, um mensageiro enviado em uma missão ao nosso sistema solar?

Michael Salla (Fundador, Exopolitics Institute): "Vários cientistas analisaram os dados e deduziram que é alguma coisa muito diferente de um asteroide ou cometa. Então os dados científicos de fato indicam que o objeto é alguma criação artificial."

Nick Pope (Ministério Britânico da Defesa): "Chegou-se a especular sobre como esse objeto poderia ser uma nave interestelar, foi o que disse um professor de Harvard."

O chefe do departamento de astronomia de Harvard, Dr. Avi Loeb, notou que o objeto parecia seguir padrões de propulsão de uma tecnologia nova, que esta sendo testada atualmente para futuras missões espaciais, conhecida como propulsão de vela solar. Grandes velas refletoras capturam a luz solar, e impulsionam a nave pelo vácuo espacial.

Michael Dennin (Physicist, UC Irvine): "A ideia é fazer um material leve e muito eficiente que reflete fótons, e ao utilizar isso conseguimos acelerar sob a luz estelar. Então podemos viajar."

Será que tecnologia alienígena semelhante foi usada no Oumuamua?

Bruce Fenton (Autor, The Forgotten Exodus): "Isso nos faz perguntar se era uma missão com um objetivo especifico, algum tipo de sonda que foi enviada em busca de vida."

Travis Taylor (Astrofísico): "Antes do homem ir a Lua e caminhar nela, nós enviamos varias sondas ao redor da Lua para observa-la, e é bem provável que algum tipo de 'versão da NASA' de algum outro Sistema Estelar, possa enviar uma sonda para a Terra."

A trajetória que o objeto interestelar pegou, passou pelo Sol, onde fez uma curva, e depois andou em paralelo a orbita da Terra. O objeto viajou entre o nosso planeta e Marte antes de começar sua jornada para fora do nosso sistema solar.

William Henry (Autor \ Mitologista Investigativo): "Quando o objeto chegou, ninguém sabia de onde ele tinha vindo. Em 2018 uma astrônomo rastreou sua trajetória e descobriu que o objeto veio das Plêiades."

Para os teóricos dos Antigos Astronautas, a revelação que Oumuamua viajou da região das Plêiades para o nosso sistema solar é extremamente intrigante. As Plêiades figuram nas histórias da criação de muitas culturas antigas espalhadas por todo o mundo. Nelas foi ensinado que os seres divinos vieram dessas estrelas para semear a vida na Terra.

Bruce Fenton (Autor, The Forgotten Exodus): "Se observarmos as mitologias das Plêiades pelo mundo, existe a indicação de que esse aglomerado estelar esta relacionado com uma visitação na antiguidade."

History Channel \ Documentário