O desaparecimento dos construtores de Stonehenge é um dos maiores mistérios 

24/10/2020


Universidade de Harvard \ Fevereiro de 2018

Em um extenso estudo genético nunca antes realizado anteriormente publicado na famosa revista Nature, os pesquisadores de Harvard anunciaram uma descoberta impressionante sobre o DNA humano antigo.

O estudo revelou que, imediatamente depois de Stonehenge ter sido erigido, os construtores, os habitantes antigos do Reino Unido, de repente e quase que totalmente, sumiram das ilhas britânicas. Eles não deixaram praticamente nenhum vestígio de DNA na população britânica moderna.

Kristen Fisher (Professora Associada de Ciências Biológicas): "O que o estudo de 2018 sugere é que a genética singular dos habitantes neolíticos das ilhas britânicas desapareceu, logo depois do período de construção Stonehenge. E ela foi praticamente totalmente substituída por uma cultura humana totalmente nova e única totalmente diferente, num curtíssimo período de tempo (algo nunca antes visto)."

William Henry (Autor \ Mitologista Investigativo): "O estudo de Harvard é bombástico, uma civilização inteira desapareceu sem deixar o menor vestígio, do nada sumiu. É facilmente a conclusão mais surpreendente e chocante que podemos imaginar."

O estudo usou uma nova técnica revolucionaria que extrai DNA de ossos humanos antigos e depois o compara com o DNA de pessoas modernas que habitam o mesmo lugar. Em seguida, os cientistas determinam qual é a porcentagem da população moderna que descende desse grupo antigo.

Kristen Fisher (Professora Associada de Ciências Biológicas): "Os novos dados genéticos estão de fato indicando um exemplo de substituição populacional, na qual os marcadores genéticos que caracterizam uma população foram quase que totalmente substituídos num período curto de tempo, pelos marcadores marcadores genéticos que caracterizam outra população de uma parte diferente do mundo."

O estranho desaparecimento dos construtores de Stonehenge, continua sendo um profundo mistério histórico. Mas os historiadores sabem a muito tempo que, por volta de 2.500 Antes de Cristo, logo depois da construção de Stonehenge, um novo grupo entrou nas ilhas britânicas. Eles (esse grupo) são os povos campaniformes, que receberam esse nome por causa do vaso campaniforme que faziam e acreditasse que são os ancestrais dos celtas.


David Childress (Autor, A Incrível Tecnologia dos Antigos): "Pode-se pensar que, quando a população original das ilhas britânicas de repente abandonou esses monumentos de pedra, os recém chegados talvez a tenham deixado voltar para a natureza e por fim os monumentos cairiam e seriam destruídos com o tempo. Mas não foi o que aconteceu. Então parece que os recém chegados, perceberam que, esses lugares tinham poderes. Havia uma energia a eles, alguma coisa importante."

History Channel \ Documentário