Marinha dos Estados Unidos considera possivel que OVNIs tenham bases subaquáticas na Terra, informa Jeremy Corbell

03/05/2021

Relatórios recentes revelam que a Marinha dos Estados Unidos está considerando a possibilidade de que os OVNIs Tic-Tac e outros misteriosos objetos voadores que assombraram navios possam vir de bases subaquáticas.

O documentarista Jeremy Corbell ganhou as manchetes em toda parte do mundo quando lançou o agora famoso vídeo "Pyramid UFO", feito pela tripulação a bordo do USS Russell ao largo de San Diego em julho de 2019.

Ele também compartilhou imagens bombasticas de outro objeto que apareceu no USS Omaha no mesmo mês antes de aparentemente "descer à água".

Dias depois, o Pentágono confirmou que os dois conjuntos de material, postados em seu site extraordináriobeliefs.com, são genuínos.

Vídeos semelhantes autênticos também foram revelados dos encontros do jato de combate USS Nimitz em 2004 e de tambem mais dois avistamentos em 2015.

Jeremy disse em um comunicado:

"Eles podem se mover de um meio [ar] para o próximo [mar] com muita facilidade." (eles se movem tão bem no ar, como no mar)

Todos os vídeos e imagens de OVNIs vazados, confirmados como genuínos pelo Pentágono, ocorreram no mar. Os oficiais da Marinha dos Estados Unidos haviam discutido a possibilidade de eles virem de nossos oceanos.

Corbell disse:

"Os OVNIs podem vir de um lugar distante. Mas, muitas vezes, a gente vê eles vindo de um lugar muito mais próximo. Como você teria uma embaixada em um país estrangeiro, é possível que haja uma congregação ou uma estação ou um lugar debaixo d'água, onde os OVNIs possam estar em trânsito uma vez que estejam aqui, de onde quer que venham. Essa é uma possibilidade de que os OVNIs estejam transitando de um local localizado sob a água ".

Um exemplo que Jeremy deu para lançar luz sobre a teoria diz respeito ao encontro com o USS Nimitz.

O comandante David Fravor, um piloto de caça do grupo de ataque, encontrou pela primeira vez o objeto em forma de 'tique-taque' pairando sobre um 'distúrbio' do oceano em 14 de novembro de 2004.

Jeremy explicou:

"Voltando ao que o comandante David Fravor e os outros pilotos do círculo viram do que parecia ser água branca, ou água fervente, foi a forma como me foi explicado pela primeira vez. Havia um objeto sob a água e parecia ter a forma de uma cruz. E foi logo abaixo da água que os OVNIs estavam descendo, caindo de mais de 15 milhas de altura até o nível do mar em menos de um segundo sem um estrondo sônico. Quando essas coisas caíram, eles estavam atracando. E essas não são minhas palavras. De alguma forma, eles foram informativamente engajados, talvez com o que estava acontecendo na água ou embaixo d'água. "

Outras possibilidades de onde esses objetos vêm estão sendo discutidas. Jeremy disse que as autoridades também discutiram a possibilidade de que eles "venham de outro planeta".

Corbell adicionou:

"Essa é uma das opções que está definitivamente em cima da mesa. Mas o mais importante, havia a implicação de que poderia haver uma base ou local como uma embaixada para a qual eles poderiam ir e talvez alimentar suas naves estelares e vir, quero dizer, quem sabe, estou brincando, especulando, não tenho ideia".

Nas palavras de Corbell, conforme ele diz retransmitido por oficiais da Marinha dos EUA, a possibilidade de que esses objetos voadores não identificados possam ter vindo de bases subaquáticas ocultas foi considerada. Mas espere, você está se referindo a bases alienígenas subaquáticas? Esse é o dilema ...