Marcas preservadas deixadas por um veiculo desconhecido há milhões de anos atrás podem mudar tudo sobre nosso passado

09/07/2021

É de conhecimento geral que diversos textos religiosos falam de seres gigantes que viviam na Terra no passado distante.

Embora os pesquisadores em diferentes áreas tenham opiniões diferentes sobre esta possibilidade, há outros que acreditam que os seres gigantes antigos realmente existiram e que atualmente ainda podemos achar vários vestígios de sua existência.

O geólogo Alexander Koltypin teoriza que estas marcas enigmáticas (que podemos observar abaixo), as quais se estendem ao longo do Vale Phrygian, no centro da Turquia, foram deixadas por uma civilização extremamente desenvolvida há cerca de 12 (ou 14) milhões de anos.

"Podemos supor que veículos avançados, com rodas, passaram sobre o solo macio (talvez molhado) no passado distante", informou o geólogo. "Por causa do grande peso dessas maquinas avançadas, elas deixaram para trás estas marcas profundas no chão, as quais finalmente petrificaram e se tornaram um forte indicio de civilizações desenvolvidas no passado."

Geólogos estão acostumados com esses tipos de vestígios, pois eles têm achado rastros petrificadas de dinossauros, as quais foram conservadas da mesma maneira.

Junto com três companheiros, o Dr. Koltypin, diretor do Centro de Pesquisas Científicas de Ciências Naturais, foi até o sítio arqueológico em Anatolia, na Turquia, onde estes vestígios podem ser estudados e observados de perto.

Ao voltar de sua jornada, ele relatou o que viu como sendo "trilhas petrificadas em rocha tufácea" [constituída de depósitos de cinza vulcânica compactada].

O Dr. Koltypin afirmou: "Todas estas zonas cobertas de rocha estavam cheias de trilhas deixadas há alguns milhares de anos... definitivamente não estamos falando de seres humanos. Estamos 'rastreando' aqui algum tipo de automóvel para todos os tipos de terrenos. Os pares de rastros se cruzam uma vez ou outra, e alguns vão ainda mais fundo no chão do que outros", concluiu ele.

O Dr. Koltypin é um dos poucos estudiosos que de fato pensa que a ciência precisa evoluir sua abordagem sobre determinados assuntos e descobertas. Ele analisa que existem muitos arqueólogos que evitam completamente tocar nestes assuntos que desafiam a história como a conhecemos, já que isso iria arruinar toda a teoria clássica.

"Como geólogo, posso seguramente falar a você que veículos multi-terrenos de origem desconhecida eram utilizados no Centro da Turquia, há alguns milhões de anos atrás", disse o Dr. Koltypin. "Acredito que estamos observando indícios de civilizações que existiram antes da criação do mundo clássico."

De acordo com o Dr. Koltypin e varios outros arqueólogos especialistas que escolheram uma nova forma de analisar esses achados, estas "marcas de veículos avançados" são uma das mais incríveis provas preservadas que comprovam com certeza a existência de civilizações antigas altamente desenvolvidas tecnologicamente, as quais habitaram o nosso planeta no passado distante.

Muitos estudiosos acreditam que existem vários achados ao redor do mundo que apontam para a existência de civilizações antigas altamente avançadas, as quais estiveram na Terra há milhões de anos.

"Não existe nenhum sistema compreensível para [explicar] os rastros no chão, mas a distância entre cada par é a mesma", adicionou o Dr. Koltypin.

Será que o Dr. Koltypin está certo em sua hipótese? E será possível que os estudiosos tradicionais têm ignorado completamente estas provas, na expectativa de preservar seus métodos e formas de pensar? Estariam estes pesquisadores e estudiosos com medo de adotar uma nova abordagem para a história antiga da humanidade que mudaria tudo o que conhecemos?

Não copie o conteúdo sem pedir autorização, material 100% protegido