Esfinge do Baluchistão: Esta é realmente uma esfinge de 12.000 anos no Paquistão?

21/03/2021

Há uma formação incomum no Paquistão, conhecida como Esfinge do Baluchistão ou Leão do Baluchistão. Localizada em Lesbela, Paquistão, a estrutura de formato estranho parece se assemelhar, em alguns detalhes, à famosa antiga esfinge egípcia de Gizé.

Essa estranha formação paquistanesa tem, portanto, sido objeto de debate e discussão entre historiadores e autores alternativos que estão convencidos de que civilizações há muito perdidas existiam antes de civilizações antigas, como os egípcios.

A estranha formação geológica no Paquistão só foi revelada ao mundo quando, em 2004, a Rodovia Costeira Makran foi inaugurada e as pessoas começaram a transitar perto da formação geológica. A rodovia ligava Karachi à cidade portuária de Gwadar, na costa de Makran.

Apesar de uma pesquisa arqueológica completa, a estranha "Esfinge" paquistanesa é algumas vezes considerada por especialistas como uma formação natural, mas nem todos os pesquisadores concordam.

Imagens diferentes de ângulos diferentes da formação geológica podem sugerir uma certa semelhança com a mais famosa Esfinge egípcia; um monumento que se acredita ter sido esculpido em um único bloco maciço de calcário, por volta de 4.500 anos atrás, durante o reinado de Quéfren, o homem que também foi responsável pela construção da segunda maior pirâmide no planalto de Gizé segundo estudiosos.

Um antigo templo de Makran, com Vimana, Mandapa, pilares e nichos.

Fotografias da Esfinge do Baluchistão - localizadas no Parque Nacional Hingol - causam mais confusão do que clareza, e algumas pessoas podem achar difícil acreditar que tal formação geológica foi realmente esculpida e moldada por forças naturais.

Uma olhada na "Esfinge" parece mostrar uma linha da mandíbula bem definida, bem como características faciais claramente perceptíveis, como olhos, boca e nariz. Eles também parecem estar perfeitamente espaçados, como se esculpidos em proporções perfeitas entre si.

Então, essas características em destaque não seriam mais que suficientes para dizer que a Esfinge do Baluchistão foi esculpida pelo homem e não pela minha natureza?

Além disso, é impossível afirmar claramente se algo é ou não um monumento esculpido pelo homem, simplesmente olhando para o que parece ser uma formação rochosa no meio do nada. Sem um levantamento arqueológico adequado levado a sério, não podemos saber se a formação geológica de formato estranho foi esculpida pela erosão do clima ou por civilizações antigas.

Ao longo dos anos, diferentes opiniões definiram a formação ímpar como de origem natural e artificial. As opiniões estão muito divididas até hoje. Um autor, Bibhu Dev Misra, argumenta que a Esfinge do Baluchistão faz parte de um enorme complexo arquitetônico e que a Esfinge é claramente cercada pelos restos de templos antigos esculpidos na rocha.

Descrevendo a Esfinge, Bibhu Dev Misra explica que: Uma rápida olhada na escultura impressionante mostra que a Esfinge tem uma mandíbula bem definida e características faciais claramente discerníveis, como olhos, nariz e boca, que são colocados em proporções aparentemente perfeitas, algo difícil da natureza reproduzir com tamanha perfeição.

Mas se é realmente um monumento feito pelo homem, quem o esculpiu e quando foi esculpido?

Estranhamente, assim como a antiga esfinge egípcia parece ter uma touca - chamada de Nemes - a contraparte paquistanesa parece ter uma também. Claro, isso pode ser apenas parte do início da pareidolia, desenhando pontos entre um monumento conhecido - a antiga Esfinge egípcia - e uma formação geológica que se assemelha ao monumento egípcio. No entanto a semelhança parece ser muito significativa nesse caso.

Bibhu Dev Misra argumenta que características mais simétricas perto da suposta Esfinge são evidências de atividade humana e contradizem a noção de que o local foi escavado pelo clima\erosão.

O autor argumenta que podemos ver uma formação simétrica clara de degraus e pilares ao redor da Esfinge, o que oferece mais evidências para a ideia de que a Esfinge do Baluchistão foi esculpida pelo homem e não pela natureza.

"Os degraus parecem estar uniformemente espaçados e de altura uniforme. Todo o local dá a impressão de um grande complexo arquitetônico talhado na rocha ", escreve o pesquisador.

Quanto à idade, é impossível saber. A idade de 12.000 anos foi divulgada por vários blogs e autores. No entanto, como não podemos saber se esta é realmente a Esfinge ou não, é impossível sugerir uma idade para a suposta Esfinge.

Sem um extenso trabalho de campo arqueológico e escavações arqueológicas, não podemos saber se o local da Esfinge do Baluchistão foi esculpido por uma civilização há muito perdida e esquecida - como alguns autores pensam - ou se é apenas outro local na Terra onde a erosão climática e a geologia esculpiu uma formação curiosa e incrivel.

Sites usados para PESQUISA: History Channel \ Alienígenas do Passado \ Wiki \ Ancient Code \ Graham Hancock \ Natural Featured Sphinx of Pakistan

---

Não copie sem permissão, respeite o conteúdo do Site