Cientistas alertam que devemos parar de enviar sinais para o espaço ao tentar entrar em contato com extraterrestres

30/06/2021

"Existe sempre a possibilidade de não serem como esperamos"

O dia em que a raça humana descobrir que não estamos sozinhos no universo provavelmente redefinirá a sociedade como a conhecemos. Tudo irá mudar.

Se descobrirmos que existe vida inteligente em outras partes do cosmos, o planeta Terra mudará abruptamente.

Possibilidades infinitas em termos de tecnologia e ciência podem aparecer, e talvez a raça humana então se reúna como uma.

Talvez até mesmo as fronteiras desapareçam, paremos de pensar em construir limites para separar os países e colonizemos outros sistemas estelares que agora parecem impossíveis de alcançar.

Talvez os alienígenas sejam gentis e benevolentes, e talvez eles compartilhem os segredos do universo conosco.

Esse é o melhor cenário.

Mas e se os alienígenas não forem tão bons como esperamos?

Dois pesquisadores alemães disseram recentemente que entrar em contato com alienígenas pode não ser tão agradável quanto alguns acreditam.

Os pesquisadores da Universidade de Freiburg argumentam que devemos interromper todas as tentativas de comunicação com seres extraterrestres em potencial.

A razão? Se continuarmos enviando sinais para o espaço sideral e alguém realmente atender, uma possível catástrofe pode ocorrer.

O professor Michael Schetsche e o Dr. Andreas Anton alertam que o contato com uma raça alienígena "com um tipo semelhante de estrutura econômica capitalista" é uma ideia terrível.

Em seu último livro intitulado "The Alien Society - Introduction to Exosociology" ("Die Gesellschaft der Außerirdischen: Einführung in Die Exosoziologie"), os pesquisadores traçam paralelos com nossa própria história quando sociedades desenvolvidas com uma mentalidade capitalista conquistaram e quase aniquilaram as sociedades menos desenvolvidas.

Um exemplo é quando os europeus chegaram ao continente americano.

"[Será] um confronto final entre um Cervo e Godzilla, e seríamos o Cervo neste caso", alertou Michael Schetsche.

De acordo com Schetsche e Anton, existem três cenários possíveis.

1. Contato remoto. Nesse cenário, a Terra receberia um sinal distante de uma civilização extraterrestre. Atualmente é o único cenário de pesquisa do SETI, que busca inteligência extraterrestre. Schetsche considera que esta pesquisa tem defeitos porque o contato também pode ser feito de outras formas.

2. Contato indireto por meio de um artefato. Entraríamos em contato com alienígenas nas proximidades da Terra ao descobrir alguma sonda antiga ou detritos espaciais suspeitos. Seriam artefatos que demonstrariam a presença de uma entidade extraterrestre que teria visitado o sistema solar há muito tempo.

3. Contato direto. Nesse cenário, entraríamos em contato com extraterrestres diretamente, com um objeto voador contendo alienígenas. No entanto, não foi descartado que tal espaçonave pudesse ser dirigida por inteligência artificial ou por alguma máquina. O que é mais importante aqui é que, por meio disso, pode haver comunicação com uma civilização alienígena.

Os dois pesquisadores também alertam que confrontar diretamente os alienígenas pode não ser o único problema que pode ameaçar a vida na Terra.

Em um 'cenário e se? " os pesquisadores dizem que a humanidade poderia um dia descobrir uma sonda alienígena em algum lugar do sistema solar e trazê-la de volta à Terra.

Essa tecnologia pode ser muito mais avançada do que qualquer coisa que já vimos.

Trazendo a sonda de volta à Terra e fazendo engenharia reversa. Em sua ânsia por conhecimento e tecnologias raras e exóticas, os governos, assim como as empresas privadas, podem condenar o planeta em que vivemos, pois a tecnologia alienígena pode ser muito perigosa para estudarmos ou até mesmo possuirmos.

Para evitar vários "resultados catastróficos" possíveis, os dois cientistas dizem que a ONU deve desempenhar um papel e impedir que grupos de pesquisa e indivíduos enviem sinais para o espaço profundo que poderiam alertar os alienígenas de nossa presença.

É PROIBIDA a cópia (por canais de Youtube ou Blogs e Sites) do conteúdo postado no site sem pedir autorização, material protegido por direitos autorais.