As antigas engrenagens mecânicas encontradas no Peru: Seriam a chave para abrir um portal como dizem os nativos?

12/06/2021

As misteriosas engrenagens de bronze do antigo Peru se assemelham perfeitamente com a descrição da "chave" lendária que daria acesso ao "Portão dos Deuses" no Hayu Marca.

As "Engrenagens de Bronze do antigo Peru", ou "Engrenagens do Antigo Peru" são consideradas por vários estudiosos e teóricos como um dos objetos mais enigmáticos encontrados na América do Sul. Embora ainda não se saiba o suficiente sobre as misteriosas 'engrenagens', elas já foram mencionadas como a prova final de que milhares de anos antes dos Incas, uma civilização com conhecimentos avançados floresceu na América do Sul.

Atualmente, quando se menciona sobre as "engrenagens de bronze do Peru" muitos pesquisadores concordam que elas são objetos considerados "Oopart" (Out of Place Artifact: "artefato totalmente fora de lugar" \ É uma terminologia criada para classificar um objeto de interesse histórico, arqueológico que se encontra em um contexto totalmente incomum e aparentemente impossível o qual tende a desafiar toda a cronologia da história escrita que conhecemos). Por outro lado, os céticos permanecem afirmando que nada mais são do que meros objetos decorativos usados por povos antigos que adoravam o sol.

Engrenagens do Antigo Peru

Estas duas teorias levantaram uma grande discussão entre vários grupos de estudo que tentam interpretar o que são os discos enigmáticos.

Não existe muita informação sobre as engrenagens mesmo após anos e anos de estudo e pesquisa, e, mesmo havendo algumas imagens que retratam as engrenagens em ótimo estado, o seu real objetivo tem permanecido um grande mistério durante anos.

A maioria das imagens mostram os artefatos enigmáticos representando um total de seis objetos circulares que misteriosamente são iguais a engrenagens mecânicas atuais com dentes. Essa semelhança levou alguns pesquisadores a considerar que elas eram parte de uma máquina muito maior e avançada que foi utilizada por civilizações antigas no Peru.

Objetos semelhantes foram encontrados no Mediterrâneo quando um grupo de mergulhadores resgataram o mecanismo de Antikythera, um tipo de computador que remonta milhares de anos, composto por varias engrenagens que estranhamente se assemelham as encontradas no Peru.

Mesmo com toda nossa tecnologia atual, é difícil afirmar com certeza se as enigmáticas "engrenagens de bronze" foram de fato utilizadas de uma forma parecida as engrenagens dentro do mecanismo de Antikythera.

É exatamente por essa razão que não se pode descartar nenhuma hipótese. As misteriosas 'engrenagens de bronze' poderiam ter sido parte de um dispositivo semelhante a esse mencionado acima e talvez até mais avançado.

Os misteriosos discos do Peru foram citados inicialmente pelo professor Rafael Larco Hoyle em seu livro "Peru". Infelizmente, os dados sobre as 'engrenagens' são extremamente limitados, por isso é muito complicado explicar o que os artefatos misteriosos foram no passado..

Porta de Amaru Meru (Aramu Muru) e as engrenagens misteriosas

Porta de Amaru Meru

Outra base teórica importante sobre as enigmaticas engrenagens é que elas teriam sido utilizadas juntamente com a "Puerta de Hayu Marka" ou "Doorway do Amaru Meru" (Portão dos Deuses).

Existe uma construção misteriosa semelhante a um portal (ou uma grande porta) na montanha de Hayu Marca na região sul do Peru, perto do Lago Titicaca. Provavelmente é uma das estruturas mais enigmáticos encontradas em toda região, e uma das mais curiosas do mundo.

Índios nativos que vivem próximo ao local mencionam um relato no qual essa enorme porta misteriosa foi usada no passado como "um portal de entrada (e saída) para o mundo dos Deuses", e por ela, muitos heróis e deuses vieram a Terra milhares de anos atrás.

O famoso "Stargate" (como ficou conhecido) foi encontrado por José Luis Delgado Mamanu, um guia de montanhismo da área, que no momento estava explorando o local. Enquanto observava a paisagem na região montanhosa de Hayu Marca localizada no sul do Peru, ele notou a estrutura gigante esculpida em uma rocha enorme que mede sete metros de altura e sete metros de largura, com uma misteriosa "porta" misteriosa em seu centro.

Segundo algumas lendas contadas por nativos, a "porta" menor representa a entrada de almas mortais, enquanto que a porta maior e mais perfeita representa a entrada usada por seres divinos para acessar nosso reino. Misteriosamente, Mamani alegou que ele já algum tempo antes da descoberta sonhava com esta peculiar construção, e observou o que parecia ser uma porta coberta com mármore rosa com várias estranhas figuras localizadas nos lados.

Relatos de nativos da área mencionam que no passado, um padre inca chamado Amaru Muru, do templo dos sete raios havia escapado de seu templo com um misterioso disco de ouro sagrado conhecido como "a chave para os deuses dos sete raios."

O padre fugiu para as montanhas de Hayu Marca temendo que o espanhol pudesse levar a sua chave. Algum tempo depois, o padre alcançou o "Portão dos Deuses" no Hayu Marca, onde revelou a chave para diversos sacerdotes e xamãs da região. Depois de realizarem um ritual, a misteriosa porta se abriu com uma forte luz de cor azul que emanava de dentro. O padre, Amaru Muru deu o disco de ouro para um dos xamãs presentes e entrou no portal que havia aberto, ele jamais foi visto novamente.

Por causa dos relatos do "Portão dos Deuses", é provável que as misteriosas "engrenagens de bronze do Peru" eram na verdade utilizadas pelos povos antigos na região como a "chave" para abrir uma "Stargate", ou mesmo réplicas que foram criadas em períodos posteriores, na esperança de recriar a verdadeira 'Key of the Gods' que abriria mais uma vez, o portal localizado perto do Lago Titicaca.

É PROIBIDA a cópia do conteúdo postado no site sem pedir autorização, material protegido por direitos autorais.