Área 122: Um dos lugares mais misteriosos da Antártida  

12/07/2021

O mistério que cerca a Antártica é aumentado com a presença da Área 122, um laboratório secreto que está sendo objeto de várias teorias.

Esta Área 122 pode ser comparada à Área 51 devido ao seu grande investimento governamental, seu sigilo, seu uso como um misterioso laboratório científico e a custódia dos militares 24 horas por dia.

Alguns teóricos indicam que seja uma base dedicada à busca de vida extraterrestre (faz sentido, pois existem muitos relatórios sobre OVNIs avistados no local), embora os estranhos instrumentos ali presentes também pudessem ser associados a experimentos com eletromagnetismo.

A base é chamada oficialmente de Arrival Heights Laboratory. Ele está localizado no sul da Antártica, na Ilha Ross, um território reivindicado pela Nova Zelândia. É uma área denominada Área Especialmente Protegida da Antártica nº 122.

Até recentemente, era uma base secreta, mas uma jornalista da Nova Zelândia conseguiu obter permissão para fazer uma reportagem na base (ela teve que ser entrevistada pelo governo). No entanto, os teóricos poderiam facilmente pensar que os cientistas e os militares não revelariam nada sobre os alvos confidenciais.

Equipamentos para emitir sinais eletromagnéticos..

A base é operada pelo Programa Antártico dos Estados Unidos e pela Antártica da Nova Zelândia. A pesquisa está focada em meteorologia, principalmente no estudo da Camada de Ozônio e da Aurora Austral.

Você pode ver muitas antenas nos arredores do local, todas para o estudo da atmosfera. Curiosamente, os equipamentos usados ​​no laboratório são de tecnologia antiga, com computadores da década de 70, aproximadamente. O misterioso nisso é como deve ser difícil trabalhar com esses aparelhos eletrônicos, eles vão conseguir processar dados de forma eficiente com a lentidão de uma CPU dos anos 70?

A grande cúpula que pode ser vista nas fotos é o mais impressionante da base. Sua forma esférica lembra um radar, mas parece ser um meio de comunicação por satélite. Isso significa que ele transmite e recebe sinais eletromagnéticos e, devido ao tamanho da instalação, seria de se perguntar quanta energia eletromagnética ele poderia emitir.

A uma distância de cerca de 1 quilômetro está uma misteriosa montanha em forma de pirâmide. Sem duvida essa 'pirâmide' é mais um caso enigmático relacionado ao local. A pirâmide é muito perfeita (levando em conta a erosão) e ao lado dela está outra cúpula menor.

É um laboratório incomum, muito interessante para o estudo da atmosfera terrestre. No entanto, o equipamento ali utilizado ainda gera polêmica por suas capacidades eletromagnéticas.

Respeite o conteúdo do SITE, não copie sem autorização (conteúdo protegido)