Antigos Astronautas: A misteriosa linguagem usada pelos Deuses??

08/08/2021

De acordo com antigos pesquisadores, existiria uma linguagem (atualmente quase perdida) para entrar em contato com os anjos e seres vindos do céu, e eles a chamavam: 'Enochiano'.

Será que de fato existiam outros planos com entidades habitando eles? E, se realmente existisse, o contato poderia ser estabelecida com eles? Será que realmente existem pessoas na Terra com capacidades de estabelecer uma linha de comunicação com eles e adquirir conhecimentos que foram perdidos no passado?

Isso é justamente o que alguns ocultistas informaram durante anos ao longo do tempo. Vamos agora dar uma olhada em algumas interessantes informações relacionadas a isso, que realmente valem a pena serem melhor estudadas.

Este é o caso da provável linguagem perdida dos anjos que foi estudada pelos ocultistas John Dee e Edward Kelley no século XVI, que lhe deu o nome de "Enochiano" (ou Enoquiano), pois, segundo o que eles declararam, a língua lhes foi passada pelos anjos a quem eles nomearam de anjos enochianos e o patriarca bíblico Enoch foi o último homem que conseguiu utilizar.

Mas... de que forma exatamente eles receberam essa importante informação? Eles documentaram que efetuaram práticas relacionadas ao mundo do espiritualismo, realizando processos como a 'cristaloscopia', que consiste em fixar o olhar em um determinado objeto fabricado em material reflexivo e, para isso, utilizaram um espelho de obsidiana, desse modo, invocando seres de outros planos, eles obtiveram informações claras sobre o que lhes foi transmitido, registrando todas as informações obtidas em seus diários.

Como eles registraram, eles receberam uma enigmática linguagem com um alfabeto composto por 21 símbolos (dos mais diferentes tipos) nos quais cada um correspondia a um fonema e cuja escrita era curiosamente efetuada da direita para a esquerda.

Mas esses seres, como registraram, apontaram mais detalhes sobre a história do 'Enochiano', por exemplo, que essa era a linguagem com a qual Deus deu origem ao mundo e também a que Adão utilizou para entrar em contato com seu criador e com seus anjos, mas que, após a expulsão do Éden e até o evento da desordem das línguas da Torre de Babel, a língua evoluiu lentamente até se derivar ao que seria por fim o hebraico e foi intencionalmente escondida por esses anjos, para que acabasse perdida.

Mas, além de tudo isso que foi mostrado, os ocultistas informaram que haviam recebido outras importantes informações obtendo tabelas de letras enochianas, e chaves ou 'chamadas' capazes de abrir o que chamavam de "as portas da compreensão", que totalizariam 49, embora recebessem apenas 48 dessas invocações porque existia uma que sempre deveria ficar fechada.

Obviamente, as informações de Dee e Kelley têm muitos detratores, como o linguista e antropólogo Donald Laycock, que estudou a língua, indicando que ela era inconsistente, mais semelhante ao inglês (a língua materna dos ocultistas) do que de fato ao hebraico..

Caberá então então ao leitor definir sua própria opinião, pois, nesse tipo de questão, no final depende de levar em consideração ou não o que os ocultistas em questão se referem.

Fonte: Ancient Code \ History Channel 

ATENÇÃO: Respeite o conteúdo do SITE, não copie sem autorização (conteúdo 100% protegido)