Teoria do Antigo Astronauta: A roda de Ezequiel foi a primeira descrição de um OVNI real?

01/08/2021

A tempestade de vento, o clarão de um relâmpago e as luzes brilhantes descritos por Ezequiel soam como uma espaçonave atual pousando. 

A história de Ezequiel é talvez uma das histórias mais emocionantes encontradas na Bíblia, especialmente se você olhar para a história de um ponto de vista moderno e tecnológico.

Quando textos, lendas e histórias são vistos e interpretados através de olhos modernos, começamos a entender que o passado antigo da Terra é muito mais emocionante e misterioso do que jamais imaginamos.

Quando a visão pessoal de uma pessoa não é limitada por crenças estritas estabelecidas por estudiosos modernos, você se torna ciente do fato de que nossos ancestrais estavam tentando nos dizer algo.

Não é segredo que milhões de pessoas em todo o mundo estão convencidas de que a humanidade antiga foi visitada por seres extraterrestres há milhares de anos.

Ao interpretar nossa história antiga com olhos modernos e sem predisposições, chegamos à possibilidade de que nossos ancestrais podem ter sido visitados por uma raça avançada de seres alienígenas em vez de Deuses.

E uma dessas visitas é registrada de forma surpreendente na Bíblia: a história de Ezequiel

A visão de Ezequiel da Merkabah, a chamada carruagem com rodas, dá muito espaço para interpretação. Em vez de uma carruagem com rodas, muitos teóricos dos antigos astronautas argumentam que o Merkabah pode ter sido uma nave espacial ou algum ônibus espacial que pousou na Terra em um passado distante.

Um dos autores mais famosos por apoiar essa ideia é Erich Von Daniken. Ele forneceu evidências convincentes por meio de sua pesquisa, que aponta para uma explicação / interpretação alternativa do Livro de Ezequiel e do que Ezequiel pode ter testemunhado no passado.

Em realidade, a teoria de Von Daniken era tão notável que chamou a atenção de um cientista da NASA que decidiu refutar a teoria de Von Daniken.

No livro de Von Daniken, Chariot of the Gods, o autor suíço expôs a ideia de que a visão de Ezequiel era a de um ônibus espacial e não de uma carruagem divina.

Essa teoria (que ganhou força nos últimos anos) levou Josef F. Blumrich a tentar refutar a ideia proposta de Von Daniken.

No entanto, quanto mais Blumirch examinava, menos estava convencido de que poderia derrubar a teoria de Von Daniken.

Eventualmente, ele começou a escrever um livro.

Blumrich logo percebeu, por meio de sua vasta pesquisa, que Ezequiel pode estar descrevendo uma nave espacial pousando na Terra e não apenas uma carruagem celestial.

De fato, Blumrich estava tão certo disso que realizou sua própria versão de uma roda omnidirecional.

O mais importante aqui que vale a pena mencionar é o fato de Blumrich ter percebido por conta própria, por meio de suas próprias pesquisas, que a descrição presente na Bíblia possivelmente é a de uma nave espacial.

No livro de Ezequiel, uma antiga obra de literatura que está entre as primeiras obras escritas em um relato em primeira pessoa - ao contrário de outros livros escritos na terceira pessoa - Ezequiel descreve a visão de uma carruagem com rodas vindo em sua direção, descendo do céu.

Carruagens Voadoras

Esta suposta carruagem foi pilotada por seres com a "semelhança de um homem".

O que isso significa? Isso significa que eles não eram humanos, mas podem ter sido humanoides, explicam os teóricos dos antigos astronautas.

Além disso, Ezequiel descreve a aterrissagem da "carruagem" e parece muito com a descrição da aterrissagem de uma nave espacial.

A forte tempestade de vento, o clarão de um relâmpago e as luzes brilhantes descritos por Ezequiel soam como uma aeronave (ou espaçonave) moderna descendo para pousar. O OVNI foi mal interpretado como muitas outras tecnologias no passado, uma vez que as pessoas que viviam na Terra há milhares de anos, na ausência de qualquer tecnologia semelhante, não podiam discernir entre tecnologia avançada e as reais "aparições divinas".

Mas o que acho mais interessante é que Ezequiel até descreve o fogo "alimentando" a alegada carruagem como um "metal brilhante":

"4 Eu olhei e vi uma tempestade de vento saindo da imensa nuvem do norte com relâmpagos e cercada por uma luz brilhante. O centro do fogo parecia metal brilhante, 5 e no fogo estava o que parecia ser quatro criaturas vivas. Na aparência, sua forma era humana, 6 mas cada um deles tinha quatro faces e quatro asas cada. 7 Suas pernas eram retas; seus pés eram como os de um bezerro e brilhavam como bronze polido. 8 Sob suas asas em seus quatro lados, eles tinham mãos humanas. Todos os quatro tinham rosto e asas, 9 e as asas de um tocavam as asas de outro. Cada um seguia em frente continuadamente; eles não se viraram enquanto se moviam. " - Ezequiel 1

Não importa como veja, você não pode negar que a descrição de Ezequiel soa muito familiar a como descreveríamos as naves espaciais modernas levantando e pousando na Terra.

No entanto, Ezequiel não só parece oferecer uma descrição incrível da suposta espaçonave, mas também descreve seus ocupantes, explica os teóricos dos antigos astronautas:

"15 Ao olhar para as criaturas vivas, vi uma roda no chão ao lado de cada criatura com suas quatro faces. 16 Esta era a aparência e a estrutura das rodas: elas brilhavam como topázio e todas as quatro eram parecidas. Cada roda parecia estar entrosada na outra. 17 Conforme se moviam, eles seguiriam em qualquer uma das quatro direções que as criaturas (...); as rodas não mudaram de direção enquanto as criaturas avançavam. 18 Seus aros eram altos e fascinantes, e todos os quatro aros estavam cheios de olhos ao redor ... 22 Espalhado acima das cabeças das criaturas vivas estava o que parecia algo como uma abóbada, cintilante como cristal e incrível. " - Ezequiel 1

Fonte: Ancient Code