A pirâmide de 28.000 anos escondida em uma montanha seria a mais antiga do mundo

26/04/2021

As pirâmides se tornaram monumentos intrigantes da engenharia antiga. O mais enigmático é que cada vez mais dessas construções são encontradas, escondidas no que se acreditava serem montanhas. É o caso das enormes pirâmides com mais de 28.000 anos descobertas na Indonésia.

Em todo o globo existem construções piramidais. De uma forma ou de outra, todas as culturas antigas que habitavam o planeta ergueram uma pirâmide.

É por isso que arqueólogos, historiadores e teóricos têm sugerido a hipótese da existência de uma espécie de conhecimento universal na antiguidade, que os levou a construí-lo. Portanto, a descoberta das pirâmides na Indonésia não deveria ser surpreendente... entretanto, suas dimensões colossais, somadas à sua datação, podem mudar a história da humanidade.

Este incrível sítio megalítico conhecido como Gunung Padang está localizado a 885 metros acima do nível do mar e 120 quilômetros ao sul de Jacarta, na Indonésia. Sua descoberta foi feita há mais de 100 anos. Foi mencionado pela primeira vez em Rapporten van de Oudheidkundige Dienst (ROD, "Relatório do Departamento de Antiguidades") em 1914. Os especialistas descobriram duas enormes montanhas com aparência e dimensões estranhas, algo que rapidamente chamou a atenção.

Investigando a área com cuidado, eles perceberam que as montanhas não eram uma formação natural. As escavações na área começaram rapidamente, levando-os a descobrir que estavam no topo de duas colossais pirâmides arficiais.

Obviamente, o ceticismo reinou no início, mesmo dentro dos próprios arqueólogos. A dúvida nasceu das dimensões das construções; elas eram simplesmente grandes demais para serem consideradas artificiais.

No entanto, à medida que o projeto avançava, as dúvidas foram se dissipando. Um século de pesquisa depois, as pesquisas na área continuam. Hoje, as evidências são muito maiores, apoiando a hipótese da pirâmide gigante.

De acordo com a equipe de pesquisadores do Instituto de Ciência da Indonésia, eles "descobriram" (ou redescobriram) uma pirâmide construída há milhares de anos. O que a torna muito mais antiga do que qualquer outra pirâmide do planeta.

Investigações feitas com radares de penetração no solo (GPR), tomografia sísmica e imagens de satélite revelam, sem dúvida, que não são simples montanhas. No topo deste sítio arqueológico do Monte Padang estão filas de pilares de pedra, descobertos no século XIX. No entanto, a "colina" sobre a qual assentam esses pilares não é uma paisagem natural.

Os residentes locais usam o lugar, no topo da pirâmide escondida na montanha, para orações e meditação, e esse é o mesmo uso que poderia ser dado há milhares de anos.

Estudos mostraram que as estruturas não cobrem apenas o topo da montanha, mas também ao redor das encostas. Além disso, as estruturas não são apenas superficiais, mas estão enterradas mais profundamente, sendo construídas em diferentes fases. A parte superior, e mais recente, poderia ter cerca de 3.500 anos, enquanto a inferior poderia ter 28.000 anos atrás.

A parte superior consiste em colunas de pedra, paredes e caminhos; enquanto a segunda parte localizada a aproximadamente 3 metros foi mal interpretada como uma formação rochosa natural, mas na verdade seria uma coluna de rochas organizadas em uma estrutura de matriz. Abaixo delas, uma terceira camada é composta por rochas agrupadas e um grande espaço subterrâneo com profundidade de 15 metros e, posteriormente, uma quarta camada de basalto modificada ou esculpida por mãos humanas.

Na verdade, muitos teóricos afirmam que há grandes interesses por trás dessa descoberta, que eles não querem saber. Eles testemunharam subornos milionários a especialistas que declararam informações erradas para tentar esconder a descoberta. No entanto, as evidências têm sido fortes demais para impedir que a verdade seja revelada.

Os últimos estudos revelaram que as pirâmides podem ter uma data aproximada de 25.000 a 28.000 anos.

A maioria dos estudiosos geralmente concorda que todas as civilizações humanas começaram depois da última grande Idade do Gelo, por volta de 11.500 a.C.. Se Gunung Padang for mais antigo do que isso, isso significaria que civilizações construtoras de pirâmides existiram milhares de anos antes do que se pensava.

No entanto, a pouca comunicação e respaldo científico para a descoberta denotaria a intenção de ocultar a descoberta de uma civilização que construiu pirâmides ainda mais imponentes que as egípcias. Se a datação estiver correta, seria anterior à Grande Pirâmide de Gizé em milênios, que se estima ter sido construída 4.500 anos atrás.


Fonte: History Channel

Não copie o texto sem autorização, todo material postado no site é protegido!!