Engenharia Reversa: O salto tecnológico após a possivel queda do OVNI de Roswell seria apenas coincidência??

23/06/2021

A Engenharia Reversa tem se tornado um tema bastante polêmico nos últimos anos, principalmente quando relacionado aos avanços tecnológicos incriveis que atingimos. É possível que nosso sistema de vida atual seja devido à tecnologia extraterrestre?

Para a grande maioria da população, nosso modo de vida, baseado na tecnologia, se deve ao trabalho e esforço humano de centenas de anos.

No entanto, um determinado setor está convencido de que grande parte desses avanços tecnológicos que facilitam o nosso dia a dia, vêm mesmo do espaço sideral e é graças à Engenharia Reversa que puderam se adaptar à humanidade.

O que é engenharia reversa?

Basicamente, a Engenharia Reversa é obter informações de um produto pronto. Isso permite que você saiba do que é feito, o que o faz funcionar, como foi produzido e qualquer tipo de informação útil sobre.

No início do século 21, essa prática cresceu muito, principalmente em programas de computador e componentes eletrônicos. No entanto, qualquer coisa pode sofrer engenharia reversa.

É chamado assim porque a ciência se move na direção oposta às tarefas comuns da engenharia, que é usar dados técnicos para criar um produto.

Normalmente, se o objeto que foi submetido à engenharia reversa foi obtido corretamente, o processo é totalmente legal.

Da mesma forma, produtos genéricos criados a partir de informações obtidas na engenharia reversa podem ser fabricados e distribuídos. É o caso de alguns softwares muito conhecidos.

A própria evolução da espécie humana mostrou que cada civilização pode se desenvolver e avançar. E que o caminho que o homem escolheu parece ser o correto.

No entanto, alguns aspectos desse desenvolvimento ainda são estranhos: como ocorreu esse salto tecnológico exorbitante de um momento para outro em 1952? De onde veio toda essa tecnologia que, hoje, facilita a vida do ser humano?

E o mais surpreendente de tudo isso é que, a cada ano que passa, os avanços tecnológicos parecem se acelerar.

É por isso que existem certas suspeitas que, para muitos, podem soar como uma teoria da conspiração. O caso Roswell foi um evento que chocou o mundo; Em 1947, um estranho objeto voador caiu no Novo México.

Tanto a imprensa local, como algumas testemunhas, asseguraram que existiam restos de uma nave espacial, que apresentava propriedades estranhas. No entanto, desde que as autoridades chegaram, tudo isso desapareceu; ninguém sabia de nada, não havia restos de um OVNI e falava-se apenas de "um balão".

Em 1997, o coronel Philip J. Corso publicou um livro chamado "The Day After Roswell". Nele, ele assegurou que o estudo dos restos encontrados naquele local, mostrou que eles pertenciam a uma nave alienígena que caiu na Terra em 6 de julho de 1947.

Foi a partir daí que os cientistas conseguiram desenvolver diferentes tecnologias essenciais para o modo atual; fibras ópticas, lasers, dispositivos de visão noturna, microchips, transistores, o que levaria à criação de rádios, televisores, computadores, telefones celulares e muito mais.

Alguns empreendedores de tecnologia demonstraram publicamente seu fascínio pelo espaço e pelos OVNIs. Elon Musk é o exemplo perfeito disso. No entanto, há um grupo que foi mais longe, expressando como poderia ser benéfico para o desenvolvimento tecnológico na Terra fazer a engenharia reversa de um objeto voador não identificado.

Deep Prasad, CEO da ReactiveQ, uma empresa canadense dedicada à computação quântica, afirmou em uma entrevista à Vice que um dos objetivos da empresa é "encontrar um OVNI" para que possa fazer a engenharia reversa para o aprimoramento da humanidade.

"Diante de nossos olhos estão as tecnologias subjacentes a esses OVNIs que estão além da nossa compreensão. Se prestarmos muita atenção e revertermos essas tecnologias para trazê-las às massas, veremos um mundo com viagens interestelares ao nosso alcance. "

O CEO do Play Labs e cientista do MIT, Riswan Virk, também afirmou que os OVNIs podem ser a chave para obter tecnologia além do que a ciência moderna já alcançou. Durante uma entrevista com o mesmo meio, ele afirmou:

"Este fenômeno parece ser sobre tecnologia avançada que nem sempre se ajusta ao nosso modelo atual de 'o que é tecnologia' e o que não é."

É PROIBIDA a cópia do conteúdo postado no site sem pedir autorização, material protegido por direitos autorais.